Tratamento de Varizes com Espuma: Não Faça Antes de Ler

Tempo de leitura: 5 minutos

O tratamento de varizes com espuma pode ser usado para substituir a cirurgia convencional na maioria dos casos, sem a necessidade de cortes, evitando os riscos da cirurgia e anestesia. É por isso que a escleroterapia com espuma densa vem ganhando popularidade nos últimos anos.

O método da espuma, apesar de já ter sido descrito há mais de 20 anos, apenas nos últimos anos com aperfeiçoamento da técnica foi incorporada pela Agência Nacional de Saúde, sendo reconhecido como um procedimento seguro e autorizado pelos principais órgãos regulamentadores no Brasil.

Em estados como a Bahia o tratamento de varizes com espuma pelo SUS foi responsável pela diminuição das longas filas de espera por uma cirurgia de varizes, tendo sua segurança e eficácia comprovada mais uma vez.

Para facilitar o seu entendimento dividimos esse conteúdo nos seguintes tópicos:

O que é escleroterapia com Espuma?
Quem pode fazer o tratamento?
Quem NÃO pode fazer o tratamento?
Quais as Vantagens?
Quais os efeitos colaterais?
Quanto tempo dura?
Qual o preço do tratamento com espuma?

Elaboramos também um vídeo para facilitar o entendimento e que todo mundo deveria assistir antes de fazer esse tratamento, confira:

O que é escleroterapia com Espuma?

A escleroterapia com espuma é uma aplicação nas varizes da mistura de um medicamento chamado Polidocanol que quando entra em contato com o ar, forma uma espuma com alto poder para tratar as varizes e uma excelente alternativa à cirurgia.

Quem pode fazer o tratamento?

O tratamento com espuma pode ser usado para tratar todos os estágios das varizes, desde os mais iniciais até casos graves com úlceras venosas com altas taxas de sucesso.

Quem NÃO pode fazer o tratamento?

Existem algumas contra-indicações para realizar o procedimento, devido ao risco  de complicações, sendo:

  • Pessoas com mobilidade reduzida (ex: acamados, cadeirantes..)
  • Alérgicos à substância usada para fabricar a espuma: polidocanol
  • Pessoas quem já tiveram reações alérgicas importantes.
  • História passada de trombose venosa profunda ou embolia pulmonar
  • Pessoas com alto risco de trombose venosa
  • Portadores de Sopro cardíaco
  • Grávidas
  • Mulheres amamentando
  • Portadores de doença arterial periférica.

É muito importante uma avaliação prévia com o cirurgião vascular para que ele consiga identificar se existem contra-indicações para o procedimento, cada paciente tem a sua particularidade e uma ou outra contra-indicação não listada acima podem existir por isso a importância de uma avaliação minuciosa.

Quais as Vantagens?

As principais vantagens e benefícios desse tipo de tratamento é que ele substitui a cirurgia convencional, logo podemos listar benefícios como:

  • Evita os risco de uma cirurgia
  • Não é necessário realizar anestesia, evitando assim as suas complicações
  • Não são realizados cortes
  • Praticamente indolor
  • O paciente não precisa de repouso após o procedimento, nem interromper as suas atividades diárias ou trabalhos. (Todos os meus pacientes quando realizam o procedimentos são orientados a andar por 15 minutos, só esse simples cuidado pode diminuir a chance de complicações como a trombose)
  • Não são necessários internamentos
  • Pode ser realizado em consultório quando se tem o ambiente adequado
  • Os custos são menores do que o de uma cirurgia
  • Se realizado adequadamente, o tratamento tem baixa taxas de complicações. (Sociedade Européia de Flebologia)]
  • O tratamento é altamente eficiente
  • Melhoram a qualidade de vida, sintomas e a estética

São inúmeros os benefícios do tratamento com espuma e realmente revolucionou a forma como tratamos as varizes.

A Medicina é a arte do bom senso e do equilíbrio,como todos os tratamentos a escleroterapia com espuma apresenta vantagens e  desvantagens.

Efeitos colaterais

Um dos principais efeitos colaterais do tratamento com espuma para varizes é o aparecimento de manchas na região da aplicação, ela pode acontecer em 10-30% das pessoas, felizmente 90% dos pacientes que ficaram com algum tipo de mancha tem melhora em até um 1 ano.

Existem técnicas utilizadas para diminuir essa ocorrência das manchas como o acompanhamento rigoroso para monitorar alterações, drenagem no local das aplicações e evitar a exposição ao sol.

Felizmente as reações mais graves são raras, porém é preciso orientar os pacientes que elas existem, são elas:

  • Reações alérgicas (anafilaxia): É uma reação grave, mas felizmente são casos muito raros e isolados, estimativas afirmam que ocorrem em menos que 0,01% dos pacientes
  • Necrose da pele: também muito raro, porém em alguns casos quando a concentração utilizada é muito alta, ou a pele muito fina pode acontecer
  • Trombose venosa profunda: Ocorre muito raramente, mas o paciente precisa ser orientado dos riscos precisa de acompanhamento de perto pelo Angiologista para ser tratado prontamente.

Alterações visuais e dor de cabeça: podem acontecer também raramente, mas são passageiros, ocorrendo imediatamente após o procedimento

Se realizado adequadamente o tratamento com espuma tem baixa taxas de complicações. (Sociedade Européia de Flebologia)

O importante é ter uma conversa sincera com o seu Angiologista para saber todas as vantagens, riscos e desvantagens do procedimento e para que ele possa lhe avaliar chegando assim a melhor opção de tratamento para o seu caso.

Quanto tempo dura?

A duração do tratamento vai depender da quantidade de varizes e do número de sessões. Os pacientes tendem a retornar 2 a 6 vezes no consultório e cada sessão dura em média 30 a 60 minutos minutos.

Qual o preço do tratamento de varizes com espuma?

O valor depende muito de cada paciente, da quantidade de veias a serem tratadas, se tem acometimento da veia safena, da duração do tratamento e o do material que será utilizado. Alguns profissionais cobram por sessão nos casos mais simples enquanto outros preferem fechar um plano de tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *